Fotos da Última Edição da

FENICS


24ª Edição (2019)

Em seu ano jubilar, a ACI e seus parceiros realizam a maior feira de negócios do interior de Minas, de todos os tempos.

A Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros, que completará, em dezembro, 70 anos de atuação, realizou a 24ª Feira Nacional da Indústria Comércio e Serviços, nos dias 12 a 15 de setembro. Esta edição foi histórica, uma vez que contou com eventos paralelos de grande relevância para todo o Norte de Minas, tendo a presença de autoridades como o governador do Estado, ministros, senadores e investidores internacionais.

A feira reuniu os expositores da indústria, comércio e serviços mais atuantes e também empreendedores e microempresas pela primeira vez em uma feira de negócios. O apoio dos parceiros foi de suma importância para essa troca de experiência e networking, sendo eles, a Fiemg, co-realizadora, Sebrae, Prefeitura e Câmara de Montes Claros, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Idene, Eurofarma, Hipolabor, Cimento Montes Claros, Laboratório Santa Clara, Sicoob Credinosso, Prospera Santander, Quifarmo, Sesi, Bradesco, Sul Americana de Metais, InterTv, Transamérica e Sociedade Rural.

Nesta edição, a área coberta aumentou em 30%, devido à realização da 10ª Feira Imobiliária, dentro da Fenics. A estrutura de tendas, 12mil m² de área coberta, abrigou 250 estandes, para o fomento de 200 expositores. Mais de 80 mil pessoas visitaram a feira, em busca de produtos, oportunidades de negócios e lazer. Na parte de shows, a ACI convidou artistas regionais de estilos variados, como Ricardo Vianna, Lucas Éric, Mariana Ribeiro, Banda La Maior, Edu Lemos, Débora Rosa e Mulherada Butequeira. Além de apresentações culturais no palco do Centro de Eventos, como o Grupo Banzé, Robinho e o grupo Saruê.

A ACI objetiva promover novos negócios com a realização da Fenics, evidenciar nichos de mercado e divulgar potencialidades, como energias renováveis, artesanato, culinária, mineração, construção civil, saúde, educação, beleza, turismo, serviços, entre tantos outros. Com o apoio do Sebrae, a Rodada de Negócios teve a participação de 58 empresas, entre ofertantes e âncoras. Assim, a Fenics cumpre seu papel de fortalecer marcas, lançar produtos e fomentar promoções, se caracterizando comprovadamente como a maior Feira multissetorial realizada no interior de Minas Gerais.

Em 2019, um dos marcos da Fenics foi a realização de seminários de quinta a sábado, com temas estruturantes para o desenvolvimento regional. O 1º Seminário Inovação de Comércio de Serviços Brasil China, trouxe 21 representantes de empresas chinesas, destaques em seus segmentos, para Montes Claros. No tema energia renovável, a Adenor realizou o Seminário Tendências e Oportunidades do Segmento de Energia Solar Fotovoltaica, com painéis e oficinas sobre o assunto.

Para o setor de varejo, a Fadenor realizou o Workshop Varejo 4.0, com a pauta o novo cenário diante da era digital - o Norte de Minas mais forte. O GECOM, por sua vez, trouxe profissionais para abordar o conteúdo e estratégias de marketing digital nas empresas.

A Fenics é um evento que objetiva compartilhar, agregar, projetar, conhecer e disseminar negócios. Os parceiros são a base que torna a Feira real para muitos empreendedores. O Espaço do Empreendedor, organizado pelo Idene, mostrou uma Fenics democrática, que recebe quem tem bons olhos, aproveita as oportunidades e faz acontecer. É local, é nacional e até global, agora com a participação de investidores chineses.

Em 2019, ano jubilar de sete décadas de atuação da ACI no cenário local e regional, através de pautas estruturantes para o desenvolvimento, o presidente Dr. Newton Figueiredo, diz que “a essência da entidade é olhar para além de sua casa e abraçar todos os empreendedores que constroem o futuro. E essa força é o pilar que sustenta os objetivos quando o mercado exige mudanças. A Fenics há 24 anos mobiliza empresários e parceiros para que unam suas forças e potencial num mesmo lugar, com o mesmo propósito, porém, com qualidades ímpares”.

A Fenics é mais que uma feira de negócios, é uma feira de fomento. Nela, vislumbramos um caminho e seguimos firmes na direção do sucesso de cada expositor, aprendendo, trocando experiências, observando outros caminhantes, rumo a um país melhor para todos.



23ª Edição (2018)

A ACI e seus parceiros reúnem as marcas da indústria, comércio e serviços mais atuantes para o desenvolvimento do Norte de Minas.

A Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros venceu mais um desafio em 2018, a realização da 23ª Feira Nacional da Indústria Comércio e Serviços. Foram 4 dias intensos, com muito networking, conhecimento e lazer, de 13 a 16 de setembro. Cerca de 200 expositores puderam expor seus produtos e criar oportunidades de negócios na maior feira multissetorial do interior de Minas, em 12mil m² de área coberta e 80 mil pessoas, no total.

A Fenics objetiva promover novos negócios, nichos de mercado como energias renováveis, franquias, turismo e qualificação profissional, sendo uma oportunidade perfeita para realizar network com pessoas estratégicas, fortalecer marcas, lançar produtos e fomentar promoções se caracterizando comprovadamente como a maior Feira realizada no interior de Minas Gerais.

Para o presidente da ACI, Dr. Newton Figueiredo, “a feira representa o entusiasmo do empresário, que mostra mais criatividade e espírito guerreiro para vencer as dificuldades, gerando emprego e renda”. Evento também apoiado por outras entidades, como a Fiemg. Adauto Marques, vice-presidente da Federação das Indústrias e vice-prefeito de Montes claros, destaca que “a Fiemg cumpre seu papel de fomento à economia ao apoiar a Fenics mais uma vez. Uma parceria que reflete no desenvolvimento regional, na atração de investimentos, como a vinda da Eurofarma, injetando 600 milhões de reais na cidade”.

Os bancos de fomento foram representados pelo Banco do Nordeste, Caixa e Bradesco, unidos à feira com produtos diferenciados para micro e pequenos empresários. Jacinto Henriques, da Coteminas, destacou que “a Fenics é um evento onde as pessoas enxergam abundância, prosperidade, em uma região muitas vezes apontada pelo sofrimento com a estiagem”. Para Fábio Borgh, diretor da afiliada da Rede Globo, InterTv, “todos os parceiros estão comprometidos com o Norte de Minas e a Fenics reflete este esforço, na qual 250 estandes estandes foram vendidos num momento de instabilidade econômica”.

Leonardo Oliveira, Analista do Sebrae, pontua que “a feira é um instrumento de geração de negócios e casa com a agenda de relacionamento do Sebrae, cuja missão também é promover a competitividade e avanço na economia”.

Presença ilustre na 23ª Fenics, o Superintendente da Sudene, Antônio Silva Magalhães Ribeiro, afirmou que voltou ao norte com boas notícias, como a aprovação de um plano de desenvolvimento regional para todos os setores econômicos. “Queremos que todos tenham acesso aos recursos da autarquia, oferecendo mais benefícios aos seus municípios, cerca de 165 milhões em incentivos fiscais”.

O prefeito de Montes Claros, Humberto Souto, durante a solenidade de abertura disse que a sua gestão sempre vai apoiar o desenvolvimento, como forma de geração de empregos e renda. “Acredito naqueles que têm coragem de enfrentar dificuldades e buscam condições melhores para si e para a população. Desta forma, cabe à administração apoiar e contribuir para projetos como a Fenics”.

A ACI teve os seguintes parceiros para a 23ª Fenics: a Fiemg Regional Norte como co-realizadora, e a Prefeitura de Montes Claros, Alpargatas, Faculdades Santo Agostinho, Bradesco, Hipolabor, Sebrae, Lafarge Holcim, Banco do Nordeste, Laboratório Santa Clara, Eurofarma, Intertv, Somai, Sicoob Credinosso, Banco do Brasil, Sociedade Rural, Caixa Econômica Federal, Vigillar e Transamérica.

Homenagens

Eleito pela diretora da ACI como Empresário do Ano, Ernandes Ferreira, recebeu uma placa das mãos do membro do Conselho Superior da ACI, Sr. Jamil Curi e de Dr. Newton Figueiredo. O empresário da Trajeto Móveis atua há 26 anos no segmento e receberá a medalha “Mérito Empresarial 2018”, pela Federação das Associações Comerciais, Industriais, Agropecuárias e de Serviços de Minas Gerais (Federaminas), em novembro.

Ainda, a Major Gracielle Rodrigues recebeu a Medalha de Honra ao Mérito, pelos relevantes serviços prestados no segmento de segurança, pelas mãos de da advogada Gislayne Pinheiro.Resultados que vão além de quatro dias de feira

O montes-clarense tem o empreendedorismo como marca e é na crise que se torna mais forte e proativo. Esta 23ª Fenics teve um diferencial, por ser ano eleitoral, muitos incentivos não puderam ser aplicados. Por outro lado, a ACI buscou vencer os desafios, inovar e conquistar novos ares.

“A cada evento, aprendemos e nos superamos para estarmos à altura das expectativas de expositores, parceiros e visitantes. Acreditamos no potencial de Montes Claros e por isso trabalhamos bastante para fomentar negócios que resultem em mais que lucro, que se transformem em qualidade de vida, com emprego e renda”, pontua Dr Newton Figueiredo, presidente da entidade.

Com o apoio da diretoria, dos colaboradores e dos parceiros, a Fenics se mostrou sucesso antes, durante e após o evento. A venda de estandes aconteceu em menor período que 2017, a satisfação do público aumentou durante a feira e o pós-evento faz girar negócios até a Fenics em 2019. Uma pesquisa de opinião realizada pela Ouvidoria, em conjunto com a Faculdade Santo Agostinho, mostrou que cerca de 75% do público aprovou o evento e voltará em 2019. Os aspectos mais citados foram a infraestrutura e a organização. Itens que colaboram para a credibilidade de 23 anos de realização de uma feira tão importante para o cenário econômico regional.



22ª Edição (2017)

A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Montes Claros se orgulha de mais uma vez cumprir com a missão de contribuir no desenvolvimento socioeconômico do Norte de Minas. A 22ª FENICS – Feira Nacional da Indústria, Comércio e Serviços, que aconteceu no período de 14 à 17 de setembro de 2017, registrou mais uma edição de sucesso, graças aos parceiros que acreditam no potencial do evento e no perfil empreendedor do norte-mineiro.

A Associação comercial divulgou as marcas dos patrocinadores em todo material publicitário da feira. A FENICS em 2017 abrigou 210 expositores em 259 estandes, ocupando área total de 100 mil m², sendo área coberta de 12,5 mil m². A Feira é a maior mostra de produtos do interior de Minas com negócios gerados na ordem de 100 milhões de reais.

A feira cumpriu o objetivo de reunir em um só local os pequenos empreendedores e as grandes empresas. A expectativa foi superada com a presença de um público de mais de 100 mil pessoas, onde as empresas tiveram a oportunidade de mostrar os seus produtos com um atendimento de alto nível e a satisfação dos expositores marca a recuperação da economia regional. O empresariado já está animado para a 23ª edição, em 2018.

A feira cresceu cerca de 20% e trouxe novidades que agradaram muito seu público. Os diretores da ACI estiveram na feira todos os dias e sentiram o clima de satisfação com os negócios. Dr. Newton Figueiredo, presidente da ACI, destaca a importância da feira para realização de networking. “São quatro dias que mostram o potencial empreendedor dos expositores, a feira tem resultados o ano inteiro”. “Mais de 100 milhões em negócios e expositores se preparando para a feira no ano que vem, com espaço maiores, são a tônica desta edição”, afirma Leonardo Vasconcelos, vice-presidente da ACI e da Fiemg Regional Norte.

A Fenics é ideal para lançar marcas, pois abrange pessoas de diversas faixas etárias, das classes A, B e C. Joelson Lisboa, diretor da empresa Cerâmica Telhas Salinas, está muito satisfeito, pois conseguiu triplicar seus clientes. “Em 2018, vamos voltar com um mix maior de produtos e lançar uma loja de acabamentos. O investimento na Fenics ficou de graça perto do retorno que tivemos em 4 dias de negócios”.

Em relação ao evento de maneira geral, 88% dos expositores reconhecem a importância da feira não só para seus empreendimentos, mas também para cidade e a região norte de Minas, pois consegue atrair mais empresas, promover as marcas e potencializar mais negócios.

Os espaços Franquia e Energia Fotovoltaica foram as novidades que despertaram a interesse de grandes investidores. A Saudalys Franchising reuniu suas marcas, Sorrisus, Machina, Protesys e Clínicas Life com as empresas Don Barbone, Laab e Guacuí Turismo.

O presidente da ACI frisa que o apoio da Alpargatas, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Câmara Municipal de Montes Claros, Cemig, Hipolabor, Idene, Inter TV Grande Minas, Laboratório Santa Clara, Lafarge Holcim, Novo Nordisk, Prefeitura Municipal de Montes Claros, Sebrae, Sesi, Somai Alimentos, Sicoob Credinosso, Sicoob Credinor, AMAMS, Copasa, BDMG, Sociedade Rural e Transamérica foi essencial para a Fenics acontecer e ser acessível a pequenas, micro e grandes empresas.

“O esforço exercido na medida certa nos contempla com todas as sinalizações: imprensa, corpo de bombeiros, parceiros, assessoria de comunicação, público e, sobretudo, a democratização no relacionamento da nossa dinâmica equipe de diretores e colaboradores. Resultados que superam com folga nossas expectativas, certamente creditados a todos os segmentos que participaram da Feira.

Por mais de duas décadas, a Associação Comercial conta com o apoio de empresas, entidades e bancos de fomento. Parceria que reflete a credibilidade da FENICS e o entendimento desta organização, de que com espírito de colaboração e parceria, podemos fazer melhor a cada edição.

Agradecemos a confiança e reiteramos sua imprescindível participação na 23ª FENICS, em 2018, como expositor e patrocinador. O Norte de Minas merece todos os esforços para seu desenvolvimento socioeconômico.

Newton Carlos Amaral Figueiredo

Presidente



21ª Edição (2016)

Vendas no varejo, durante a feira de negócios, agrada ao público visitante

Em meio a um momento de recuperação da economia brasileira, as micros e pequenas empresas se destacam pelo investimento em estratégias inovadoras de vendas. A 21ª FENICS – Feira Nacional da Indústria Comércio e de Serviços de Montes Claros - é a ferramenta ideal para mostrar inovação e diferencial nos produtos. A diversidade de expositores, como mostra e varejo, agradou ao público compareceu à feira, nos dia 15 a 18 de setembro de 2016, no Parque de Exposições João Alencar Athayde.

O resultado foi positivo porque muitos expositores estrearam na Fenics para lançar marca ou promoções, aumentando as oportunidades de uma feira de negócios. “Duas décadas de feira, com sucesso de público e credibilidade, só é possível com muito trabalho e inovação. Nos últimos anos, percebemos a procura de empresas que desejavam realizar vendas diretas, e a Fenics se adaptou a esta tendência”, conta Edilson Torquato, presidente da ACI.

Negócios

Os 100 milhões de reais em negócios prospectados vão além da feira. A maioria se efetiva a partir dos contatos feitos no evento e alinhados ao longo do ano, com a fidelização e ampliação da clientela. Expositores apostaram na qualidade técnica dos vendedores para o atendimento ao público, em vez de ter apenas promotores e modelos.

O caráter institucional é uma característica forte na Fenics, bancos de fomento, entidades e escolas utilizaram a feira para levar mais conhecimento sobre seus produtos e se aproximar da sociedade. Os brindes, woskshops e a presença de seus representantes formam um atrativo a mais no evento.

Público

Mais de 45 mil ingressos foram distribuídos gratuitamente para os expositores e outros 4 mil pelo site da Fenics. A 21ª Fenics recebeu no total cerca de 80 mil pessoas em 2016. Edilson Torquato frisa que “a curva na economia volta a ser ascendente e a Fenics foi uma reação dos empresários frente às dificuldades. Seja um pequeno negócio, grande, novo ou já estabilizado no mercado. Temos de nos unir e fazer o melhor, com criatividade e vontade”.



20ª Edição (2015)

A Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros – ACI – realizou a 20ª Feira Nacional da Indústria Comércio e de Serviços de Montes Claros – Fenics, nos dias 10 a 13 de setembro, no Parque de Exposições João Alencar Athayde.

Edilson Torquato, presidente da ACI, pontua que é a hora de fazer a diferença com criatividade e ousadia, pois outros países também tiveram momentos difíceis e a superação foi fantástica, como a Alemanha e o Japão.

“Se todos nos unirmos, força política e sociedade organizada, as coisas fluem melhor. Ter o apoio dos parceiros é fundamental, entre eles Prefeitura de Montes Claros, Sociedade Rural, Petrobrás, Banco do Brasil, Fiemg Regional Norte, Banco do Nordeste, Caixa, Lafarge, A&C, Sicoob Credinosso, Hipolabor, Alpargatas, AMAMS, Câmara Municipal de Montes Claros, Carpathian Gold, Idene, Quality Vigillar, Rádio Transamérica, Sebrae, Laboratório Santa Clara, BDMG e Copasa”.

Wanger de Alencar Rocha, diretor de negócios do Banco do Nordeste, recém chegado à região, ficou impressionado com o evento. “O BNB se orgulha de fazer parte de uma iniciativa tão importante para o Norte de Minas. Fomentar negócios e gerar investimentos é o nosso papel, por isso somos apoiadores desde a primeira edição da Fenics”.

O empresário Ernandes Batata, expõe com a Trajeto Móveis há 14 anos. “Posso dizer que a empresa evoluiu junto com a feira. A cada edição ampliamos nosso portfólio de clientes e solidificamos a marca no mercado. O planejamento de marketing nos dá a tranquilidade de participar de forma estruturada e obter resultados positivos”.

Para o presidente da FIEMG – Regional Norte, Adauto Batista, chegar aos 20 anos de realização não é para qualquer evento. Apenas com muito trabalho e reconhecimento da sociedade, além do apoio político, que é responsável pelas decisões que direcionam o desenvolvimento. Daí a importância de uma forte representatividade, focada em valores éticos e união.

Pesquisa

De acordo com pesquisa realizada com os expositores, a crise não deu as caras no evento. Cerca de 80 mil pessoas visitaram a feira e cerca de 70% dos entrevistados já estão se preparando para a Fenics 2016.

Quanto à organização do evento de modo geral: o índice geral de satisfação foi de 100% (80% satisfeitos e 20% muito satisfeitos).

A Fenics é um evento que tem seus desdobramentos além dos 4 dias. Segundo os entrevistados, 53% utilizaram a feira somente como prospecção de negócios, 7% comercializaram produtos e 7% fecharam contratos para pós-feira. Para eles, o público-alvo da feira agradou a 73% dos avaliadores.

Questionados sobre a pretensão de participar da Fenics 2016, dado o grau de satisfação em relação à Fenics, 67% confirmaram o interesse em participar. O percentual de indecisos este ano foi de 33%.

O índice geral de satisfação foi de 87% (60% satisfeitos e 27% muito satisfeitos), abrangendo segurança e prospecção/realização de negócios. Na opinião de um dos expositores, na pesquisa, “a Fenics foi muito boa para a empresa, pudemos mostrar nosso serviço a novos consumidores, fazer parcerias com outras empresas e conseguimos passar aos clientes nossa mensagem com êxito. É uma feira com potencial enorme e recuperamos rápido tudo o que foi investido, nosso objetivo foi alcançado”.

Dados sobre o evento

Em 2015, a Fenics teve 250 estandes, em 100 mil² de área coberta, nos segmentos indústria, transporte, veículos, vestuário, arquitetura e decoração, educação, alimentos, panificação, saúde, beleza, moda, lazer, construção civil e tecnologia entre outros setores relevantes para o desenvolvimento do país.

A novidade foi o setor de energia renovável, com workshop e palestras sobre as oportunidades da energia fotovoltaica, em parceria com a Adenor. No espaço dos estandes, a segunda edição do Out Let Premium by Lê Turano foi um diferencial, com um mix de vestuário e serviços.

Valorizar os artistas regionais e a cultura fazem parte da vitrine da Fenics. A praça de alimentação teve um palco mais próximo do público, com artistas regionais: André Águia, Robinho e Banda, Léo Lopes, Lucas Tiri, Edu Lemos e Matulão. Para encerrar, os shows de Sholmes e Jukita Queiroz.

O acesso do público também foi ampliado com a distribuição de milhares de ingressos para os expositores e visitantes que acessaram o site da feira.



19ª Edição (2014)

FENICS encerra mais uma edição com mais negócios

A 19ª Feira Nacional da Indústria, Comércio e Serviços de Montes Claros – FENICS -, de 04 a 07 de setembro, reuniu centenas de expositores de diversos segmentos, durante quatro dias de intensos negócios, no Parque de Exposições João Alencar Athayde. O público visitante soube aproveitar a feira e interagiu com marcas que chegaram ao mercado norte-mineiro.

Para o presidente da Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros – ACI, Edilson Torquato, esta edição foi especial. “Acredito que estamos dando sequência a um ciclo, a feira, há cerca de 20 anos, começou com foco em vendas. Hoje, a 19ª FENICS mostrou que a essência do evento não deve mudar. Os expositores que apostaram nesta estratégia ficaram satisfeitos”, afirma. "Ainda temos estandes institucionais, mas o público não fica apenas na contemplação desta vitrine, que ele possa entrar e experimentar o produto, que interaja com seus gestores e que o objetivo maior seja alcançado: a venda, seja de um produto, seja de um conceito de marca".

Foram mais de 100 milhões de reais em negócios, com um público de 100 mil pessoas. “Tivemos um público razoável, visto que a cidade cresceu e ofertou grandes eventos no mesmo período. Entretanto, os visitantes que aproveitaram o fim de semana para ir à Fenics são exatamente o público-alvo de nossos expositores, daí o sucesso do evento”, revela Kelington Mendes, gerente executivo da ACI.

O empresário Márcio Montanari trouxe o Café Fino Cerrado da região de Patrocínio – MG para ser apresentado na feira. “Estamos muito satisfeitos com a Feira, aqui pudemos encontrar diversos segmentos num só lugar e o público pessoa jurídica é nosso foco. Em 2015 voltaremos com uma estrutura bem maior”, disse.

Os novos espaços fizeram a diferença nesta edição da Fenics. O Centro de Eventos ficou lotado de estudantes e formandos atraídos pelos shows e estandes especializados em cerimonial e cursos desde o ensino médio até os de qualificação. O Espaço Pesca trouxe um tanque onde os simpatizantes da pesca puderam testar anzóis e dicas da pesca esportiva. O Espaço Out Let Premium By Lê Turano foi a estrela da FENICS 2014. Com uma estrutura bem montada, dezenove marcas levaram a coleção verão, com descontos durante o evento.

“Cerca de 4 mil pessoas passaram pelo Espaço Out Let, sendo que pelo menos 1/3 delas adquiriu algum produto”, afirma Letícia Turano, organizadora do Espaço. “Este número é muito positivo e comprova que o out let é tendência e superou nossas expectativas. A maioria dos expositores trouxe marcas novas, alinhadas com a tecnologia e ávidas pelo mercado que cresce na região. O comércio é dinâmico, a moda exige esta adaptação. Nosso projeto é embrionário e revela um grande potencial de crescimento nas próximas edições da Fenics”.

Aline Helena Veloso, gerente da loja de colchões Orthomontes, está encantada com a feira. “Além dos atendimentos realizados durante a Fenics, temos muitos clientes aguardando contato após o evento. Em 2015 estaremos expondo novamente, pois a feira é uma excelente ferramenta de marketing direto”.

A ACI disponibilizou 4 mil ingressos gratuitos pelo site da entidade, todos esgotaram em dois dias de divulgação. Este sucesso é graças a parceiros, como FIEMG, CAIXA, Banco do Nordeste, Petrobrás, Banco do Brasil, Transamérica, Hipolabor, A&C, SESI, Credinosso, Alpargatas, Lafarge, Credinor, Rima, Câmara de Montes Claros, Nestlé, Sociedade Rural, Carpathian Gold, Polígono, Prefeitura de Montes Claros, CREA, Valourec, Cervantes e SAM Metais.

Durante o evento, empresa especialista em pesquisa abordou visitantes e expositores para colher opiniões sobre a feira. Edilson Torquato está confiante no sucesso da Fenics em 2015.



18ª Edição (2013)

Ao completar dezoito anos, a FENICS mostra que investir na feira é investir na região

Depois de cinco dias de intensa programação, a 18ª Feira Nacional da Indústria, Comércio e Serviços de Montes Claros – FENICS -, de 04 a 08 de setembro de 2013, surpreendeu aos visitantes pela beleza dos estandes, pelas novidades do Espaço Casa & Você, desfiles, shows e pelo Fórum de Negócios da FIEMG. A realizadora da feira, a Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros destaca a importância dos parceiros nesta edição, sem os quais não seria possível o sucesso da FENICS.

Para Edilson Torquato, presidente da entidade, “a ACI avançou no formato da feira, focando a qualidade do público e dos shows, a fim de otimizar os negócios para os expositores. Agora é avaliar os resultados e tentar melhorar ainda mais para a 19ª edição, em 2014”, disse. “A feira é uma iniciativa da ACI, mas pertence a toda cidade, visto que seu foco é proporcionar oportunidades de negócios para as empresas participantes e movimentar a economia regional”.

Foram mais de 250 estandes, em 6 mil m², sendo 12 mil m² de área total coberta, 30 mil m² de estacionamento, num total de 100 mil m² de feira, o que a caracteriza como a maior feira coberta do interior do Estado. A participação da FIEMG foi fundamental para o sucesso da FENICS. Adauto Marques, presidente da FIEMG – Regional Norte, foi co-realizador e promoveu uma rodada de negócios para indústrias e fornecedores, além de palestras e workshops com o apoio do SESI. “Investir na FENICS é investir na indústria, no potencial do norte de Minas”, pontuou.

O layout dos estandes foi um diferencial na Feira, com estrutura de shows, corredores mais largos e Espaço Gourmet, com restaurante e música ambiente. O SINDVEST e a Quality Models promoveram desfiles todos os dias, atraindo centenas de pessoas. Os shows na programação diária, em parceria com a CIA Promoções, foi resultado da pesquisa de opinião realizada com os visitantes em 2012. “Fizemos a experiência de shows com artistas de renome nacional e de atender ao público de forma diversificada. A partir do resultado da pesquisa de opinião realizada durante esta edição, decidiremos se vamos manter este formato ou não em 2014”, afirma Edilson.

“A FENICS é um ciclo, os negócios começam na feira e se estendem ao longo ano. Temos a tradição de levar milhares de pessoas ao Parque de Exposições e de projetar milhões em negócios. Conseguimos realizar mais um evento grandioso, cujo custo de montagem tem custo elevado, daí a necessidade de termos um Centro de Convenções na cidade. Graças ao apoio de parceiros, como FIEMG, CAIXA, Banco do Nordeste, Petrobrás, Banco do Brasil, AMAMS, ATS Informática, Transamérica, Novo Nordisk, Valleé, Bradesco, ABDI (Agência de Desenvolvimento Industrial) CDL/Credimontes, A&C, SESI, SEDVAN/IDENE, Alpargatas, Lafarge e Sociedade Rural, a feira acontece todos os anos e está acessível a pequenas, micro e grandes empresas”, finaliza.



17ª Edição (2012)

Maior feira do interior de Minas, 17ª FENICS renova fôlego para negócios

Mais de 13 mil m² de área coberta, com 250 estandes e uma centena de expositores participaram da maior feira multissetorial do interior de Minas, a FENICS. A feira aconteceu no Parque de Exposições João Alencar Athayde, de 08 a 12 de agosto, de 2012. Em sua 17ª edição, a FENICS chegou de fôlego renovado para atender às expectativas do empresariado e do público. O novo layout privilegiou o contato direto do visitante com os expositores, que chegam preparados para mostrar novidades e realizar vendas ainda na feira.

A abertura da Feira Nacional da Indústria Comércio de Serviços de Montes Claros teve a presença de autoridades e representantes de entidades de fomento. Entre eles, Gil Pereira, Secretário de Estado de Desenvolvimento dos Vales Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas, Paulo Sérgio Rebouças Ferraro, Presidente do Banco do Nordeste; Gláucia Rodrigues, Diretora de Apoio ao Comércio e Serviços da Secretaria de Desenvolvimento Econômico; Marcus Vinicius Lima, gerente do INDI; Edma Duarte Gaspar, Superintendente Regional da Caixa na região Norte de Minas.

Para Julius Denucci, presidente da Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros, entidade realizadora da feira, “o engajamento da diretoria, dos colaboradores e o apoio dos parceiros são os responsáveis por mais uma edição da FENICS. A credibilidade do evento garante a venda imediata de até 50% dos estandes, quando os expositores garantem a participação na edição seguinte. É essa confiança que nos desafia a sermos melhores a cada ano”.

Na programação, desfiles e atrações especiais disputaram a atenção dos 20 mil visitantes esperados por dia. Um concurso de modelos definiiu a Garota e Garoto FENICS 2012, promovido pelo Studio Colab. No dia 09, houve palestra com o prefeito de Maringá, Sílvio Barros e o turismólogo, Ítalo Mendes, Diretor de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico, no auditório do Parque. No estande da Estação Sebrae, além de oficinas e palestras, o público teve atendimento empresarial e formalização de empreendedores individuais todos os dias. A Rede de Voluntariado da ACI também lançou, durante a feira, um novo site que ajudou na captação de voluntários para as entidades atendidas pelo projeto. E, no sábado, 11, o show ficou por conta do cantor Leoni, em área exclusiva.

Os Espaços Moda, Beleza, Saúde, Veículos, Construção Civil e Tecnologia foram vitrines para grandes marcas e instituições de Montes Claros e região. Julius Denucci destacou a importância dos parceiros da 17ª FENICS: Prefeitura de Montes Claros, Banco do Nordeste do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Sociedade Rural, FIEMG, SESI, CDL/Sicoob Credimontes, FGV, Petrobrás, Novo Nordisk, Norte Geradora, SEDVAN/IDENE, ATS Informática, A&C, Lafarge, Sindipan e Loja do Cabeleireiro. “A Feira mantém sua força graças ao apoio irrestrito de cada um, que aposta no caráter desenvolvimentista da FENICS, movimentando mais de 100 milhões de reais em negócios”.



16ª Edição (2011)

Histórico da 16ª FENICS

Sucesso de público

Quem visitou a 16ª FENICS deve ter visto o estande de Antônia Dilma e Guilherme Reis. Eles são donos de uma loja de Sex Shop. Algo que poderia ser delicado em uma feira de negócios, transformou-se na sensação do evento. “Apostamos no inusitado e agora contabilizamos sucesso de público e de vendas. Trouxemos uma cadeira especial, onde a pessoa senta e descobre como está a libido. Tudo isso com muita música e descontração”, conta Guilherme.

O termômetro subiu para os negócios da dupla. Mais de seis mil pessoas experimentaram a cadeira, atraindo cerca de 20 mil visitantes ao estande. “Vendemos 15 mil reais em produtos e esperamos novos clientes a partir da distribuição dos panfletos e brindes”.

O espaço beleza foi outra atração da FENICS, com 37 expositores mostrando novidades sobre esmaltação, tintas, hidratantes, maquiagens e cortes. Cabeleireiros cortavam o cabelo das visitantes, no palco, como verdadeiros artistas. Cada estande foi um show à parte, atraindo milhares de pessoas com brindes.

A empresa Clorofitum Cosméticos, de Viçosa, encerrou o 5ª dia da FENICS bastante satisfeita. “Reunimos 320 profissionais da beleza em um workshop e fizemos muitos negócios. Sucesso total para os organizadores e colegas expositores. Em 2012, voltaremos a participar com área de estande maior”, afirma Ariane Marques.

A satisfação de Ariane é comum a diversos expositores. A Feira é o reflexo do momento do norte de Minas: empresários engajados no desenvolvimento socioeconômico. A ACI se mantém firme no propósito de fomentar e atrair mais investimentos. A FENICS, com seus parceiros, vem somar para Montes Claros e Minas Gerais.

Pesquisa mostra o sucesso em números

A Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros realizou pesquisa de opinião com expositores e visitantes da 16ª FENICS. A pesquisa foi realizada pelas Faculdades Santo Agostinho, entre os dias 03 e 07 de agosto, no Parque de Exposições João Alencar Athayde.

Todos os seguimentos participaram da pesquisa, foram aplicados 523 questionários para visitantes e 103 para expositores, totalizando 626 questionários. Foi adotado como critério de seleção da amostra o público estimado na ordem de 110 mil pessoas nos cinco dias do evento.

Para coleta dos dados foi proposto questionário estruturado composto por questões abertas e fechadas, e a abordagem direta do público visitante, os quais respondiam as perguntas.

O sucesso do evento está nos números, 90% das empresas abordadas pelos pesquisadores disseram que pretendem participar da próxima edição da Feira, de 08 a 12 de agosto de 2012. De acordo com a pesquisa, 54% dos expositores se definiram como do segmento de serviços, um aumento de 20% em relação a 2010.

A FENICS é um evento que, com planejamento, está acessível a todos os ramos de negócios e portes de empresas. Em relação ao tempo de permanência da empresa no mercado, cerca de 60% possuem mais de cinco anos no mercado, sendo que 08% têm menos de um ano.

Com 16 edições, a Feira se consolida no Norte de Minas e ganha a confiança do expositor. 41% estrearam na FENICS, em 2011, sendo que 27% das empresas entrevistadas participaram da feira entre duas e quatro vezes e as demais são expositores há mais de seis anos, consecutivos.

Os expositores revelaram que participaram do evento a fim de realizar vendas e fechar negócios (22%), captar novos clientes (19%) e apresentar alguma novidade ao mercado (10%). Mas, a maioria afirmou que participou da Feira para divulgar a marca/negócio (42%). Muitos deles esperam, como retorno por terem estado no evento, tornar a empresa conhecida (28%), captar clientes (19%) e realizar negócios (28%), ter mais credibilidade no mercado (13%).

De acordo com a pesquisa, 47% dos visitantes entrevistados acharam ótima localização, 47% boa. A área do parque absorveu a demanda de acesso e estacionamento interno, 96% consideraram o acesso excelente e bom.

Em 2011, a organização da Feira inovou no layout, explorando as áreas verdes do Parque, 92% dos expositores acharam excelente e bom. Entre os espaços que mais chamaram a atenção do visitante destaca-se: Espaço Beleza, Espaço Veículos e Espaço Saúde. Os motivos que conquistam o visitante são muitos, mas o produto, brindes e o atendimento foram os mais citados na pesquisas.

Os shows e atrações culturais são diferenciais que tornam a FENICS atrativa para todos os tipos de público. Nessa edição, o show de Jorge Vercillo, na programação agradou a 79% dos entrevistados, como boa e excelente.

A pesquisa abordou, ainda, sobre o número de vezes em que cada entrevistado visitou a Feira. A maioria, 34%, respondeu que estava no evento pela terceira vez, 27% disseram que tinham ido à FENICS pela segunda vez, 25% pela primeira vez, 5% em mais de cinco e 8% disseram que sempre vão a todas as edições.

Na opinião geral dos visitantes, a FENICS foi um evento ótimo ou bom para 93% dos visitantes. Confirmando o caráter negocial da FENICS, 75% dos visitantes mostraram interesse em visitar as empresas expositoras, após o evento. O sucesso da feira em 2011 já reflete na procura por estandes ema 2012, quando a FENICS deverá ter aumento de até 50%, na área coberta.



15ª Edição (2010)

A 15ª edição da Feira Nacional da Indústria, Comércio e Serviços de Montes Claros aconteceu de 04 a 08 de agosto de 2010. O evento gerou 100 milhões de reais em negócios a médio e longo prazo. Foram mais de cem expositores dando o seu melhor para divulgar produtos e serviços de vários segmentos.

O espaço total da FENICS foi ampliado em 300%, sendo 100 mil m² para mais de 230 stands e 10mil m² de área coberta. O crescimento em relação a 2009 foi na ordem de 30%. Cerca de 60% dos expositores são micro e pequenas empresas. Algumas trabalham como incubadoras dentro da Feira. São jovens de 20 e poucos anos empreendendo.

A importância de uma entidade de classe é medida pelos resultados que é capaz de produzir na defesa daqueles que tem a missão de representar. O sucesso deste evento é fruto do trabalho de todos os diretores e funcionários da ACI que não medem esforços para que a FENICS levem bons ventos para os seus negócios.

O local escolhido para a realização da Feira, o Parque de Exposições João Alencar Athayde, foi primordial para o recorde de público, mais de 100 mil pessoas nos cinco dias do evento. O estacionamento interno e a infraestrutura colaboraram para a satisfação de expositores e visitantes.

Desde 1996, quando ainda eram 56 expositores, o evento prometia crescer a cada edição. Hoje possui mais de duzentos estandes e expositores que trabalham com seriedade, capricham para mostrar produtos e serviços, abordando o visitante de forma eficaz. Uma feira multisetorial é a soma de forças, tornando o evento mais interessante e atrativo para todos.

A 15ª edição da FENICS agradou não só no que se refere aos negócios, mas também aos olhos. Estandes bem montados, com design arrojado, decoração impecável e bom atendimento, surpreenderam pelo bom gosto. Todo esmero fica mais fácil quando as empresas buscam o apoio de fornecedores. Eles podem ajudar não só no patrocínio, mas no layout do próprio estande.

Expositores e visitantes aprovam formato da feira

De acordo com depoimentos de expositores, os bons ventos soprarão durante todo o ano. A economia está aquecida, os expositores estabelecem bons contatos e aproveitam a multisegmentação do evento para prestarem serviços entre si.

A FENICS é um evento que, com planejamento, está acessível a todos os ramos de negócios e portes de empresas. De acordo com pesquisa realizada durante o evento, 39% dos expositores são do segmento de serviços, 35% do comércio, 15% indústria. Os demais expositores são de segmentos como decoração, terceiro setor, educacional, câmbio, financeiro, gestão empresarial, saúde, turismo, entre outros.

Com 15 edições, a Feira se consolida no Norte de Minas e ganha a confiança do expositor. 16% das empresas entrevistadas participaram da feira mais de seis vezes, 39% entre duas e quatro vezes e 32% estrearam na FENICS em 2010.

Na opinião do expositor, quanto à presença do público-alvo, 45% consideraram satisfatória e 24% muito satisfatória. O local, o Parque de Exposições João Alencar Athayde, agradou a 84%, também absorveu a demanda de acesso e estacionamento interno: 87% consideraram o acesso ótimo ou bom.

O sucesso da 15ª FENICS está nos números, 64% das empresas abordadas pelos pesquisadores disseram que pretendem participar da próxima edição da Feira, de 03 a 07 de agosto de 2011. Na opinião geral do expositor sobre o evento, a pesquisa mostra que 45% classificaram a FENICS 2010 como ótima, 38% boa e 12% regular.

A pesquisa mostra que o público do evento é composto, em sua maioria, por homens (54%) com faixa etária entre 19 e 25 anos (39%), de 26 a 35 anos (28%) e pessoas com mais de 35 anos (19%). Sobre a escolaridade, 39% dos visitantes entrevistados se apresentaram como universitários, 20% como estudantes do ensino médio, 17% como graduados, 10% como pós-graduados.

Confirmando o caráter negocial da FENICS, 73% dos visitantes mostraram interesse em visitar as empresas expositoras e 26% mostraram mais interesse nos shows. Os motivos que conquistam o visitante são muitos, mas o atendimento, a disponibilidade de vendas do produto, a novidade, a criatividade, e a imponência do estande fizeram a diferença, de acordo com a pesquisa. Essa somatória levou 37% dos entrevistados a realizarem algum tipo de negócio durante a Feira.



14ª Edição (2009)

Negócios marcam o sucesso da 14ª Edição da FENICS

Fechar e prospectar negócios, marcas da 14ª edição da Feira Nacional da Indústria Comércio e Serviços de Montes Claros. Para a Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros - ACI – realizadora do evento, a Feira mais uma vez cumpre seu papel de fomentar a economia de Montes Claros e região. Expositores da Fenics já se preparam para a edição de 2010, prospectando negócios ao longo do ano.

“Participar de um evento com a grandiosidade da Fenics requer planejamento e estratégia de marketing”, a afirmativa é de João Carlos, gerente da OK Tintas. A empresa participa da Feira há sete edições. “Já começamos a nos preparar para a 15ª Fenics, através de contatos com nossos fornecedores na busca de patrocínios e apoios”.

Esse é o exemplo da maioria dos expositores da Fenics. Com a vivência de cada evento, a empresa se prepara ao longo do ano para garantir o melhor aproveitamento desses cincos dias, com público selecionado e exigente. A busca por novidades e produtos diferenciados estimula os expositores a mostrarem o que tem de melhor, com stands criativos, atendentes capacitados, tornando o evento um sucesso.

“A partir dos contatos da Feira, com cartões e cupons preenchidos para os brindes, vamos alimentar nosso banco de dados e realizar mais negócios ao longo do ano”, frisa João Carlos.

Em 2009, a Feira abrigou 120 expositores das áreas de beleza, saúde, turismo, tecnologia, arquitetura, construção civil e veículos. A expectativa é de gerar até 120 milhões em negócios. “Com o apoio de empresas privadas, entidades públicas e órgãos de fomento, o maior objetivo da Fenics é incentivar o crescimento de todos os setores produtivos, acelerando as suas conquistas”, diz Geraldo Drumond, presidente da ACI. “Os negócios gerados a partir da Feira estão na ordem dos 120 milhões de reais”, completa.

Feira de negócios

“Para o Sebrae o lance da Fenics é fazer negócio, pois ajuda a mostrar o trabalho de empreendedores da região, dá visibilidade e consolida o que há de melhor. Outro ponto forte é o aumento da rede de contatos entre os expositores e visitantes, através da troca de cartões muitas empresas projetam negócios a médio e longo prazo”, frisa Cláudio Oliveira, gerente regional do Sebrae.

Com um stand da Madeireira São Sebastião, de Pirapora, Messias Botelho conta que participa da Fenics pela primeira vez e está muito satisfeito com o resultado. “Expomos 33 conjuntos de móveis de madeira, num total de 110 peças. As pessoas gostaram dos produtos e dos preços. Nossa expectativa é de realizar pelo menos 150 mil reais em negócios a partir dos contatos efetivados na Fenics”.

Rodrigo Ribeiro, da Led Moda Feminina, conta que expôs pela segunda vez no evento e não esconde o entusiasmo. “Aumentamos em 15% as vendas em 2008, a partir da Fenics. Com os desfiles, em 2009, esperamos abrir ainda mais o leque de oportunidades que a Feira oferece”.

Crescimento

A Fenics cresceu 15% em 2009. “O evento cresce a cada ano e a Prefeitura de Montes Claros é parceira pela divulgação do município e toda a região. A Feira mostra as potencialidades e também estimula empresários”, declarou o Prefeito Luis Tadeu Leite, durante visita a Fenics.

“Nossa meta é construir um Centro de Convenções na área da Lagoa de Interlagos até 2011, para a realização de eventos como a Fenics, de grande importância para a cidade e o Norte de Minas”, enfatizou.

Geraldo Drumond destaca que “o evento cresce à medida que o apropriamos como um produto de Montes Claros, que potencializa os negócios e mostra a força econômica do Norte de Minas. Nosso maior objetivo é que o expositor sinta que valeu a pena o esforço em participar e se sinta valorizado”.



13ª Edição (2008)

A 13ª edição da Fenics foi marcada pelo novo local para realização do evento, a Faculdade de Saúde Ibituruna. O local privilegiado ampliou o acesso ao público devido à facilidade de deslocamento e amplo estacionamento. Nessa edição, foram lançados espaços temáticos setoriais como panificação, moda, turismo e veículo, além dos espaços saúde e beleza.

O projeto Carbono Neutro, de iniciativa da FASI, mostrou que a FENICS tem responsabilidade social. Todo o lixo e poluição gerados no evento foram revertidos em plantio de árvores nativas do cerrado, ao longo de 2009. Milhares de mudas serão plantadas em áreas estratégicas de Montes Claros. Outro diferencial foi a exploração do estacionamento em prol da Guarda-mirim. O valor arrecadado serviu para iniciarem as obras da sede do projeto de capacitação de adolescentes.

A TV FENICS e o Boletim Fenics ajudaram a divulgar os expositores e suas ações para o público visitante, durante a própria feira. Os shows também ajudaram a atrair público de qualidade, ícone da MPB, Vander Lee lotou a praça de alimentação. Outros nomes conhecidos da região, sob a coordenação do Conservatório Lorenzo Fernandes ajudaram a abrilhantar as noites do evento. Ainda, Grupos Folclóricos mostraram toda a beleza da cultura regional na praça de alimentação interna, opção de lazer para expositores e público.

A 13ª FENICS superou todas as edições anteriores em espaço, número de stands e visitas. A marca de negócios realizados reflete no sucesso do evento. Durante a Feira, a Empresa Júnior de Administração as Faculda Santo Agostinho realizou pesquisa de opinião junto aos expositores e público visitante, durante os cinco dias de evento. A iniciativa da ACI foi conhecer a opinião dos expositores e da população em geral sobre a Feira, a fim de otimizar os resultados e proporcionar aos expositores cada vez mais negócios, conforto e qualidade, fomentando o desenvolvimento regional.

“A pesquisa é instrumento que ajuda a visualizar de forma científica o impacto da FENICS no meio empresarial. Através das respostas, a ACI elabora o planejamento estratégico do evento a cada edição, trabalhando para atender á demanda e expectativa dos participantes”, explica Drumond.

“Realizar vendas e bons negócios, captar novos clientes, apresentar novos produtos, obter credibilidade no mercado, são itens que levam os expositores a participar da FENICS”, frisa Kelington Mota, gerente executivo da ACI.

“Os resultados alcançados empolgaram seus realizadores, sinalizando que novos caminhos são possíveis e necessários. O resultado não decepcionou e nem está pronto. Com expectativa de gerar entre 100 e 120 milhões em negócios até a edição de 2009, há muito que trabalhar para superar cada vez mais o sucesso de hoje”, revela Geraldo Drumond, presidente da ACI.



12ª Edição (2007)

Montes Claros viveu quatro dias de intensos negócios nas principais áreas de geração de renda e emprego da região. A Feira Nacional de Indústria, Comércio e Serviços de Montes Claros - FENICS - impulsionou empresários a mostrarem o que têm de melhor. A expectativa de negócios, a partir dos contatos gerados no evento, ficou na ordem dos R$ 100 milhões. Essa edição foi especial, pois agregou novos elementos como a Arquidecor, a Feira de Saúde, TV FENICS e um workshop, no qual questões pertinentes ao desenvolvimento global da região foram discutidas.

Essa edição da maior feira de produtos e serviços do interior de Minas superou as expectativas. Milhares de pessoas circularam pelos 200 estandes das maiores empresas de Montes Claros e conheceram as novidades que impulsionam o comércio regional. Ainda, a grande participação de micro e pequenas empresas refletem que a FENICS é um diferencial em seus currículos, fazendo parte de seu crescimento.

A 12ª FENICS, no ano do aniversário de 150 anos de Montes Claros, mostrou a capacidade de empreender e todo o vigor de uma cidade pólo, que possui indústrias de ponta, comércio ativo, um setor de prestação de serviços de alto nível, notadamente nas áreas de educação e saúde. Os empresários se apropriaram de vez de uma importante tarefa do desenvolvimento econômico da região, que é gerar emprego e renda.

Workshop

Através do workshop, discutiu-se a importância de um parque tecnológico na cidade. A Fundetec - Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Agropecuária Norte Mineira levantou questões acerca da efetivação da construção do parque, tomando o apoio da Secretaria de Estado de Ciências e Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais.

Negócios

Em 2007, o evento cresceu em torno de 30%. Foram 200 stands distribuídos em 30.000m², no estacionamento sul do Montes Claros Shopping Center. Os expositores mostraram o que têm de melhor a oferecer ao público consumidor e a possibilidade de negócios em médio e longo prazo ultrapassa a casa dos 100 milhões. Saúde, vestuário, educação, alimentos, decoração, arte, música, transporte, beleza, moda, lazer, mídia, informática, veículos entre outros setores significantes para o desenvolvimento sócio-econômico do país juntos num só evento, comprova que a Fenics é muito mais que bons negócios, é a consolidação da economia regional.

Feira de Saúde do Norte de Minas

A 1ª edição FESANM - Feira de Saúde do Norte de Minas, durante a 12ª FENICS foi uma parceria entra a Associação Comercial e Industrial e de Serviços de Montes Claros e a Mentori Soluções em Gestão. A demanda por um evento dessa natureza é natural, pois Montes Claros é referência em todo o Estado no segmento da saúde. A cidade presta atendimento qualificado a cerca de 50 municípios, que representa um universo de um milhão e meio pessoas. A rede assistencial é composta de cerca de 20 mil profissionais. A FENICS, um evento já consolidado, inovou mais uma vez e ofereceu ao público a oportunidade de conhecer os melhores profissionais e serviços nesta área, com informação e prestação de serviços, realizados diretamente nos stands.

Arquidecor

A Arquidecor, segunda mostra de Arquitetura e Decoração, durante a 12ª edição da FENICS, mostrou todo o potencial do setor. O evento, que despontou como referência no setor da decoração, em 2007, veio mais arrojado, com ambientes temáticos e um Café aberto ao público que visitou a mostra. Seguindo a tendência de grandes feiras do gênero, os 18 profissionais que participaram da mostra se basearam numa temática para compor os ambientes: uma casa urbana de casal com dois filhos adolescentes, com perfil bastante contemporâneo.

A mostra serviu para destacar que um projeto de decoração pode ser acessível a todos e a divulgar a tendência dos produtos utilizados na decoração. Os fornecedores tiveram a oportunidade de mostrar que o consumidor encontra qualidade e vanguarda no comércio local.

Shows

A agenda cultural apresentou os shows de Marcelo Andrade e Lucinha, Banda Toque Xote, as duplas sertanejas Sérgio e Rodrigo e Jean Carlo e Stradeiro, a cantora MPB Jukita Queiroz e Banda e o show especial com o renomado músico Lô Borges, do Clube da Esquina. O público conferiu, ainda, a tradição e a beleza do Grupo Folclórico Zabelê e o repertório impecável de Débora Rosa.



11ª Edição (2006)

A 11ª edição da Feira Nacional da Indústria, Comércio e Serviços de Montes Claros foi mais uma edição de sucesso de uma das principais realizações da Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros – ACI. Dados revelam a satisfação dos expositores, com o volume de negócios realizados. O fato demonstra que a FENICS tem assumido um caráter bastante negocial, sendo capaz de gerar novas oportunidades de emprego e renda, além de fomentar e diversificar as atividades econômicas da região. Os eventos culturais também foram avaliados positivamente, pois colocam a arte e a cultura como aliados do crescimento socioeconômico.

Saúde, vestuário, educação, alimentos, decoração, arte, música, transporte, beleza, moda, lazer, mídia, entre outros setores significantes para o desenvolvimento sócio-econômico do país, estão juntos na maior mostra de produtos e serviços do Norte de Minas. A força da marca dessas empresas junto ao público consumidor comprova que a FENICS é muito mais que bons negócios, é a consolidação da economia regional.

Negócios

Em 2006, o evento cresceu em torno de 30%. Foram 200 stands distribuídos em 30.000m², no estacionamento sul do Montes Claros Shopping Center. Os expositores mostraram o que têm de melhor a oferecer ao público consumidor e a possibilidade de negócios em médio e longo prazo ultrapassa a casa dos 80 milhões.

O resultado positivo da FENICS 2006 foi confirmado cientificamente através de uma pesquisa descritiva realizada pelas Faculdades Santo Agostinho, com objetivo de mensurar a satisfação de Expositores e Visitantes do evento. Foram entrevistados 100 expositores e 343 visitantes, correspondendo a margens de erro de 6% e 4,47%, respectivamente.

A pesquisa das Faculdades Santo Agostinho aponta que 29% dos expositores afirmaram que era a primeira vez que participavam da Fenics, 45% pela segunda ou terceira vez e 26% participaram 4 vezes ou mais. Cerca de 90% dos expositores alegaram que o principal estímulo para participar da Fenics foi a oportunidade de divulgar a sua empresa, marca ou apresentar alguma novidade ao mercado, o que reforça o caráter de Feira, de espaço empresarial de divulgação e exposição.

Vários profissionais estiveram presentes no evento, dentre eles, se destacam: auxiliares administrativos, vendedores, funcionários públicos, profissionais liberais e estudantes. Sobre a organização do evento, 90% dos visitantes avaliam como excelente ou boa.

A pesquisa mostra que 89% do público participante apresentam uma escolaridade média a alta, sendo que 46% dos entrevistados possuíam Ensino Superior ou pós-graduação. Os dados revelam, ainda, que quase 50% dos visitantes são representantes da classe média.

Desfiles

André Carvalho foi o responsável pelos desfiles de moda, sucesso de público em todas as edições da feira. O produtor trouxe novidades sobre o mundo da moda; começando pelo nome “Fenics Fashion Business – 2006”. Um show-room de moda e estilo, espaço especialmente projetado para acolher os lojistas, dando assim, melhor visibilidade e oportunidade de mostrar seu produto de forma mais técnica e de fechar negócios. Os desfiles da praça de eventos tiveram uma nova roupagem, com produções diferenciadas, respeitando a identidade de cada marca.

Os shows e desfiles contribuíram para o grande número de pessoas na Fenics. Os expositores também contrataram músicos para atrair visitantes para seus stands. André Carvalho potencializou o caráter comercial dos desfiles.

Arquidecor

A Arquidecor - Exposição de Arquitetura e Decoração – foi mais uma iniciativa de sucesso da ACI, que convidou arquitetos e decoradores para apresentarem 13 ambientes diferentes. Uma forma de valorizar os profissionais da região e mostrar que um ambiente bonito e agradável pode ser acessível a todos.

A Arquidecor ajudou decoradores e arquitetos a exibirem seus trabalhos e registrar qualidade e profissionalismo. A mostra de Decoração e Arquitetura foi sem dúvida um passo inovador e empreendedor do segmento. Espaços inovadores, agradáveis, além de tendências do mercado foram apresentados na FENICS. Com um espaço de cerca de 700m², a maior mostra de decoração da região foi inédita, e teve o objetivo de atender à demanda crescente no segmento.

Os mais renomados profissionais dos seguimentos de decoração, design, arquitetura e paisagismo de Montes Claros para compor a mostra, contaram com o apoio de empresas parceiras que forneceram os produtos dos ambientes na Arquidecor.

Shows

A agenda cultural apresentou Juquita Queiroz, Grupo Choro e Geraldo Paulista. O Grupo de Seresta João Chaves, a Banda Baião Tropical e um encontro sertanejo com os violeiros da região, também abrilhantaram a FENICS. Como atração principal, a Feira trouxe a Montes Claros o consagrado cantor Peninha.

Roda de Negócios

A Roda de Negócios é um momento de conhecimento entre as empresas ofertantes e as empresas âncoras, com a apresentação de painel de oportunidades e um catálogo informativo.

Em 2006, de acordo com relatório do Sebrae, mesmo várias empresas não terem estimado o valor dos futuros negócios, os resultados da Rodada de Negócios foram surpreendentes.

Nove empresas âncoras e 51 empresas participantes marcaram 251 reuniões. A estimativa de futuros negócios esteve na ordem de 4 milhões de reais. O perfil da maioria dos participantes foi de micro e pequenas empresas do setor de comércio. Em sua 1ª edição, realizada em 1996 no antigo Cine Fátima, a FENICS contou com a participação de 50 stands variados, vindos da área têxtil, informática, editoração e serviços. Presentes também o BDMG, o Banco do Nordeste e o Sebrae valorizando e apoiando a FENICS.

Os resultados alcançados empolgaram seus realizadores, sinalizando que novos caminhos eram possíveis e necessários.



10ª Edição (2005)

Traz consigo a busca pelo novo, pelo empreender constante, pela disseminação da informação e do desenvolvimento. Aposta no aprendizado, no associativismo, na expansão alem das fronteiras, na criação de oportunidades e sobretudo, no potencial do trabalho.

Chega aos 10 anos orgulhosa de seu sucesso, sem no entanto, ceder aos louros conquistados.

Ao contrário, a mensagem a ser transmitida é de um evento que ganha força, que avança no tempo e leva a novas conquistas, com a crença firme de que juntos faremos mais e melhor.



9ª Edição (2004)

Temos muitos indicativos da evolução constante da FENICS. Palestras concorridas, parcerias consolidadas, público participante, resultados superados, expositores satisfeitos e a expectativa crescente sobre as próximas edições.

Os índices apresentam-se sempre crescentes quanto a público, expositores e volume de negócios.



8ª Edição (2003)

Na 8ª FENICS os dados são comprovados em pesquisa. Com aprovação de 95% entre expositores e 90% dos visitantes. Inovação, investimentos e participação retratam o sucesso da Feira.



7ª Edição (2002)

7ª FENICS também apresenta novidades. Para receber um público de 50 mil pessoas monta-se uma estrutura totalmente coberta, sinalizando o constante profissionalismo do Evento. Os números respondem a altura, com um crescimento de 300% no volume de negócios.



6ª Edição (2001)

Na 6ª edição um novo salto. Realizada no espaço do Montes Claros Shopping Center a Feira trás inovações em sua infraestrutura, mais espaço, maior número de stands e outra apresentação em seu layout.



5ª Edição (2000)

A 5ª edição da FENICS mostra o crescimento constante da Feira e seus participantes. Destaque para os expositores que inovam em suas propostas, suas instalações e comprovam a história evolutiva tanto dos expositores como do evento.



4ª Edição (1999)

A 4ª FENICS sinaliza bons negócios para 136 Stands. Evento para a conquista de resultados e para a projeção institucional, consegue comprovar com sua penetração ascendentes as metas alcançadas.



3ª Edição (1998)

Na 3ª edição em 1998 120 expositores trouxeram seus produtos e serviços lançando suas estratégias para o mercado regional. Os números superaram em muito as edições anteriores.



2ª Edição (1997)

A 2ª edição em 1997 trouxe 96 expositores e a ampliação dos espaços. A estrutura apresentada na Praça de Esportes surpreendeu o público e a comunidade empresarial.



1ª Edição (1996)

Em sua 1ª edição, realizada em 1996 no antigo Cine Fátima, a FENICS contou com a participação de 50 stands variados, vindos da área têxtil, informática, editoração e serviços. Presentes também o BDMG, o Banco do Nordeste e o Sebrae valorizando e apoiando a FENICS.

Os resultados alcançados empolgaram seus realizadores, sinalizando que novos caminhos eram possíveis e necessários.